quinta-feira, 22 de junho de 2017

São João no Clube das Pás

Foto: Divulgação
O Clube das Pás promove dois dias de muito forró com o cantor, compositor e sanfoneiro Raminho do Acordeon, nesta sexta (23) e sábado (24), dia de São João, a partir das 17h e 21h, respectivamente. A Orquestra das Pás abre a casa nos dois dias.

No repertório, Raminho entoará canções autorais, como “Amor do forró”, “Homenagem a Itapissuma”, “Sede de você”, “Rei do baião” e “Arrastapé no palhoção” e releituras de grandes clássicos do forró, como “De mala e cuia”, “Não fale pra ninguém que você é minha”, “Lembrança de um beijo”, “Tolice de nós dois” e “Numa Sala de Reboco”.

Para a sexta (23), o ingresso custa R$ 10 (preço único) e para o sábado (24), os valores são R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), disponíveis na bilheteria da sede da entidade. 

Serviço:
 Clube Carnavalesco Misto das Pás
Rua Odorico Mendes, nº 263 - Campo Grande, Recife
Informações: (81) 3242-7522

  

4ª Mostra Recife de Quadrilhas Juninas Infantis no fim de semana

O São João do Recife tem espaço garantido para a criançada. Nos dias 24 e 25 de junho, será realizada a 4ª Mostra Recife de Quadrilhas Juninas Infantis, no palhoção do Sítio Trindade.
Ao todo, 12 quadrilhas participam da mostra, que tem como objetivo assegurar que as tradições culturais nordestinas se perpetuem entre as novas gerações. A mostra não é competitiva. Cada grupo receberá o prêmio de R$ 3 mil pela participação, além de certificado. Também serão entregues medalhas para todos os pequenos quadrilheiros.
Confira a programação:
Dia 24 (sábado)
17h- Quadrilha Junina Sulanquinha
17h40- Quadrilha Junina O Xilindró de Ritmos
18h20- Quadrilha Junina Sapeca
19h- Quadrilha Junina Mirim Lumiar
19h40- Quadrilha Junina Pisa na Fulô
20H20- Quadrilha Junina Coração Mirim

Dia 25 (domingo)
17h- Quadrilha Junina Matutinho Dançante
17h40- Quadrilha Junina Mirim Trapiá
18h20- Quadrilha Junina Junina Fusão
19h- Quadrilha Junina Mirim Flor de Mandacaru
19h40- Quadrilha Junina Menezes na Roça

20h20- Quadrilha Junina Brincant´s Show

Último fim de semana do Trem do Forró

Foto: Divulgação
Uma das atrações mais tradicionais do São João de Pernambuco, o Trem do Forró, comemorou 27 anos em 2017. Zabumba, triângulo e sanfona comandaram a animação de centenas de passageiros ao longo das últimas semanas. São 84 km, em um trajeto que segue do Recife ao Cabo de Santo Agostinho (ida e volta), com muito xote, baião e o autêntico forró pé-de-serra.  O passeio acontecerá ainda nos dias 24 e 25, sábado e domingo. " É muita emoção chegar ao vigésimo sétimo ano do trem, comprovando mais uma vez, que, o que as pessoas querem mesmo, é o verdadeiro forró pé-de-serra. Não podemos deixar nossa cultura acabar, seja no chão batido ou em cima dos trilhos" Comemora Anderson Pacheco, criador do Trem do Forró. Os últimos ingressos podem ser adquiridos no www.tremdoforro.com.br ou na sede da Serrambi Turismo.

Sítio Trindade recebe grandes atrações neste fim de semana junino

Pode engomar a camisa quadriculada. A partir de hoje o Sítio Trindade vai ficar estrelado, com o início dos shows de grandes artistas da cultura nordestina no principal palco da programação montada pela Prefeitura do Recife para celebrar os santos juninos. O arrasta-pé vai ser dos bons e só acaba no domingo (25).

Ivan Ferraz, Quinteto Violado, Petrício Amorim, Irah Caldeira e Josildo Sá farão a estreia do arraial do Sítio, nesta quinta-feira, a partir das 18h. Na sexta, o forró segue animado com Josildo Sá, Caju e Castanha, Climério de oliveira, Maciel Salu, Azulão e Silvério Pessoa.

Sábado tem mais. Além dos homenageados do Ciclo Junino 2017, Cristina Amaral e Edmílson do Pífano, se apresentam Liv Moraes, Terezinha do Acordeon e Israel Filho. No domingo, Adiel Luna, Aluízio do Acordeon, Gennaro, Nando Cordel e Nádia Maia não vão deixar o candeeiro apagar.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Projeto Quartas da Dança apresenta “Fragmentos Clássicos” hoje

Foto: Fernando Azevedo
Durante as quartas-feiras de junho e julho os recifenses já têm encontro marcado em dois grandes teatros do Recife. Hoje (21), às 20h, o Teatro Barreto Junior abre suas portas para receber o espetáculo “Fragmentos Clássicos”, de Simone Monteiro Ballet, Grupo Endança e Ária Social.
Os grupos de dança apresentarão diferentes fragmentos do clássico ao contemporâneo. Durante a apresentação terá um tributo ao compositor russo Tchaikovsky, além de clássicos como “A Bela Adormecida” e música do eterno Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.
Nesta edição de 2017, o projeto é resultado de uma articulação entre a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, e o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe.
O Quartas da Dança faculta a pauta desses equipamentos com condições especiais. Os grupos selecionados terão direito à bilheteria das apresentações, pagando apenas 10% da arrecadação pela ocupação dos teatros.
 
Serviço:
Quartas da Dança- “Fragmentos Clássicos”, de Simone Monteiro Ballet, Grupo Endança e Ária Social.
Dia: Hoje (21), às 20h - Fragmentos Clássicos
Onde: Teatro Barreto Junior (Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, Pina)

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

Exposição da Culinária Afro-Brasileira hoje no Sítio Trindade

Foto: Divulgação
A tradicional Exposição da Culinária Afro-Brasileira chega a sua 11ª edição. Este ano, a mostra será realizada no Sítio Trindade, maior arraial do São João recifense. Das 18h às 22h, serão servidas iguarias preparadas nos terreiros de candomblé, para reverenciar os orixás, numa saborosa celebração ao sincretismo religioso, a liberdade de credo e a cultura de matriz africana, um dos pilares da identidade cultural brasileira.

Serão dez expositores, todos mestres da tradição afro-brasileira. Eles servirão diversos tipos de comidas de santo, como o gbègìrì e o amalá, comidas prediletas do Rei Xangô, orixá da justiça e do fogo, considerado o rei dos reis. A degustação é gratuita. Para celebrar a fartura do mês de junho, louvar o orixá Xangô e o santo católico São João, serão entoados cantos e rezas durante a exposição.

A mostra, que integra o Ciclo Junino da Prefeitura do Recife, é uma iniciativa do Núcleo da Cultura Afro-Brasileira, com produção e execução do Terreiro Ilé Àse Egbé Awo, sob responsabilidade Mãe Elza de Iemanjá. E conta com apoio da Secretaria de Cultura do Recife e da Fundação de Cultura Cidade do Recife.

Confira a programação:

18h - Abertura do ÀJÒDÚN (Cânticos ao ÒRÌSÀ ÈSÙ)

18h30 - Início da degustação e continuação do ÀJÀDÚN (Cânticos aos Òrìsà, Vodun, Nkise)

20h30 - Cânticos para SÀNGÓ, HEVIOSO e NZAZI (Roda para o REI)

21h - Homenagens e entrega do prêmio ÌYÁBÀSÉ 2017(Cozinheira do Àse)

22h - Encerramento do Sirè (Seguimento de cânticos e rezas).

*Da Assessoria de Comunicação 

Serviço
11ª Exposição da Culinária Afro-Brasileira
Quando: 21 de junho
Onde: Sítio Trindade
Horário: 18h às 22h

Entrada franca

4º Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife

Foto: Lu Streithorst
No mês do forró, a música erudita pede passagem na programação cultural da cidade. Nesta quarta-feira, a partir das 20h, a sanfona vai dar lugar a violinos, tuba, trombone, contrabaixo e oboé, entre outros instrumentos, durante o quarto concerto da temporada 2017 da Orquestra Sinfônica do Recife. A apresentação, oferecida pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura, é gratuita e aberta ao público.

O programa escolhido pelo maestro Marlos Nobre começa com duas grandes obras do compositor e pianista austríaco, Amadeus Mozart. A Sinfonia nº 41 em Dó Maior, K. 551 (Júpiter) foi composta rapidamente pelo compositor, durante o verão de 1788, sendo a última das suas 41 sinfonias. “Não é comprovado que esta sinfonia foi interpretada com o compositor ainda vivo”, diz  o mastro Marlos Nobre, para quem Mozart foi o maior gênio de sua época e um dos mais importantes autores de toda a história da música no mundo.
O segundo momento do concerto é a interpretação da abertura Fantasia Romeu e Julieta, primeira grande obra-prima orquestral do compositor russo Peter Ilyich Tchaikovsky, composta em 1869, quando ele tinha apenas 29 anos. “Após a estreia, em 1870 , o jovem Tchaikovsky fez uma profunda revisão na obra, trabalhando nela arduamente por dois meses, reescrevendo as passagens introdutórias em diferentes tonalidades e aperfeiçoando a seção do desenvolvimento e também o clímax final”, conclui o maestro.

Os ingressos serão distribuídos na bilheteria do teatro, a partir das 19h.

*Da Assessoria de Comunicação 

Serviço
4º Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife
Quando: Quarta-feira, 21 de junho
Horário: 20h
Local: Teatro de Santa Isabel, Praça da República, s/n, Bairro de Santo Antônio
Informações: 3355-3322
Entrada franca


Espetáculo “O Homem de Sambaqui” no Teatro Hermilo Borba Filho

Foto: Fernando Azevedo
A releitura do Brasil atual envolve a compreensão do nosso passado para que o presente não tenha uma deturpação cultural, isso se faz necessário para que no futuro a nossa identidade fique conservada. Esta máxima é o ponto de partida do espetáculo “O Homem de Sambaqui”, assinado pela “Cia Trapiá de Dança”. O projeto contou com uma rigorosa investigação através de trabalhos desenvolvidos por antropólogos e historiadores brasileiros, e a obra, que tem estreia nacional marcada para acontecer no dia 22 de junho no Teatro Hermilo Borba Filho, promete levar o público a refletir e questionar “O porque somos assim”. Vale ressaltar que o espetáculo marca o retorno da companhia aos palcos depois de um hiato de 10 anos. Serão duas apresentações iniciando às 20hs e 21hs. Os ingressos custam R$ 30 (inteira), R$ 20 (promocional) e R$ 15 (meia), e podem ser adquiridos no local. O Teatro Hermilo Borba Filho fica localizado na Rua do Apólo, nº 121, no Bairro do Recife Antigo. Maiores informações pelo fone: (81) 3355-3320.

Sobre a Cia Trapiá de Dança:

A Cia. Trapiá de Dança foi fundada em 1989 pelos coreógrafos e bailarinos Otacílio Júnior e Valdi Nunes. A proposta foi preservar e tornar conhecida a cultura popular como um todo, e a expressão musical e corporal do folclore brasileiro especificamente através do estudo das danças populares como linguagens da arte cênica. “Chegança”, “Régia, a Lenda”, “Estrados”, “Visse Menino?”, “Alguém Esqueceu Mestre Vitalino?!”, “Evoé”, “Pisadas e Trupés”, fazem parte do seu repertório. Ao longo desses anos, a Companhia fez centenas de apresentações em diversas cidades dos Estados de Pernambuco, Paraíba, Maranhão, Alagoas, Ceará, Sergipe, São Paulo, Brasília, Paraná.

Serviço:
O Homem de Sambaqui
Local: Teatro Hermilo Borba Filho
Data: 22 de Junho
Hora: 20hs e 21hs
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (promocional) e R$ 15 (meia).

Informações: (81) 3355-3320