terça-feira, 19 de setembro de 2017

Dezova, expo de Fernando Augusto Lima continua na Torre Malakoff


Foto de Eric Barros

A mostra aborda de forma poética questões da violência urbana 
e duplicidade da vida e morte


DEZOVA é a mais nova exposição individual de arte contemporânea do artista plástico Fernando Augusto Lima, que traz para debate, de forma poética, questões da violência urbana entrelaçadas em nosso cotidiano. A expo estreou em março na Galeria Mestre Galdino – Sesc de Caruaru e agora está no Recife, na Torre Malakoff – Recife Antigo. A mostra conta com um conjunto de 40 fotos, vídeo e objetos em uma instalação que se debruça nos paradoxos do abandono, da vida e morte. 
Se por um lado, desovar é ato de criação de vida que tantos seres executam a fim de reproduzir a espécie, também é, por vezes, ação de rejeite, descarte e análogo à morte. Palavra usada com frequência para designar crimes que envolvem abandonos de carros ou bens roubados e violentados de algum modo.

Exposição Beatlemania Experience continua em cartaz

Do sonho para a fama mundial

De Liverpool à uma das lendas da música mundial e ícone de várias gerações, a trajetória de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Star continua no Shopping Recife , atraindo não só fãs incondicionais da banda mas também gente da novíssima geração, curiosa em mergulhar na história dos Beatles. Considerada a maior do país sobre a banda londrina, a mostra aterrissa pela primeira vez no Estado, no Terraço de Eventos do centro de compras, trazendo objetos e cenários capazes de levar os visitantes a uma viagem no tempo. 

O evento é produzido pela Let It Be e é uma parceria do Shopping com a Vivo e Motorola.
A montagem, que proporciona uma imersão total nos momentos mais importantes da biografia dos integrantes da banda, é dividida em alas temáticas, recriando momentos emblemáticos da história do grupo. Por lá, o público poderá conferir réplicas de roupas e instrumentos, memorabilia, capas de revistas e jornais da época, muitas fotos inéditas, filmes e vídeos. Um deles, utiliza a realidade virtual, que conduz o visitante ao melhor assento do estádio para que ele se sinta como se estivesse naquela plateia de 1965.

A exposição fica aberta à visitação  de terça a domingo, das 13h às 21h.Os ingressos podem ser adquiridos no site www.eventim.com.bre no quiosque Ticket Folia do shopping. Os tickets custam R$ 40, com direito à meia-entrada.

Serviço:
Beatlemania Experience
Quando: Até 15 de outubro
Local: Terraço de Eventos do Shopping Recife
De terça a domingo, das 13h às 21h
Ingressos: RS 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Classificação: Livre

Concerto oficial da Orquestra Sinfônica do Recife

Orquestra Sinfõnica do Recife. Foto de Andrea Rego Barros

Mais uma vez as portas do Teatro de Santa Isabel serão abertas para o sétimo concerto oficial da temporada 2017, sob a regência do maestro Marlos Nobre, nesta quarta-feira, dia 20, às 20hs.

A Orquestra Sinfônica do Recife (OSR) foi fundada em 1930 pelo maestro Vicente Fittipaldi, por Walter Cox e pelo compositor Ernani Braga. É considerada a orquestra mais antiga do genêro no Brasil em atividade ininterrupta. Seu concerto inaugural ocorreu em 30 de julho de 1930 no Teatro de Santa Isabel, atual sede da orquestra. Naquela época, a orquestra denominava-se Orquestra Sinfônica de Concertos Populares e só em 1949 quando foi vinculada ao município de Recife que passou a se chamar Orquestra Sinfônica do Recife.
A orquestra já teve como regentes Vicente Fittipaldi, Mário Câncio, Guedes Peixoto,Eleazar de Carvalho, Eugene Egan, Arlindo Teixeira, Diogo Pacheco e Carlos Veiga. Eleazar trouxe para o repertório da orquestra grandes peças musicais como Zaratustra e Don Juan, de Strauss, e também de composições de StravinskiDebussy e Ravel, trabalho continuado por seu assistente Eugene Egan. Seu regente titular é o maestro Marlos Nobre, pianista, compositor e maestro brasileiro.
Para o repertório deste Sétimo Concerto Oficial, a Orquestra Sinfônica do Recife traz as peças: Convergências para Orquestra, de Marlos  Nobre e a Sinfonia número 2, em ré maior opus 73,   4 movimentos, , de Johannes Brahms.

Serviço:
Sétimo Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife
Teatro de Santa Isabel
Dia 20| 20hs
Entrada Gratuita

Projeto Terreiro Musical traz a musicalidade de Isaar




A cantora é a próxima atração da quarta edição do Terreiro Musical

A quarta edição do Terreiro Musical faz uma saudação a estação mais charmosa do ano: a estação das flores, a Primavera. E quem sobe ao palco dessa vez é a cantora Isaar, uma das vozes mais conceituadas de nosso estado.

 Isaar iniciou sua carreira em 1995 como brincante até a criação do grupo Comadre Fulozinha em 1997. Em 2002 recebe o convite de DJ Dolores para participar da Orquestra Santa Massa onde já percorreram diversas cidades do mundo e onde, em 2016 realizou o show da cerimônia de encerramento das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Em 2006 lança seu primeiro CD solo, o Azul Claro, em 2009, lança o copo de Espuma, seu segundo CD pelo Prêmio Pixinguinha, e em 2014, lança o Todo Calor seu terceiro trabalho. 

O terreiro Musical é uma iniciativa do Centro de Capoeira São Salomão – Ponto de Cultura, e tem por objetivo o fortalecimento da música pernambucana e a formação de plateia.  O terreiro Musical acontecerá no dia 23 de setembro no Centro de Capoeira São Salomão, às 21h.

Serviço:
Terreiro musical – Baile de primavera com Isaar
Sábado, dia 23, às 21h.
R$ 15
Centro de capoeira são Salomão
Rua Amaro Gomes Poroca, 267, Várzea
Informações:  (81) 99172.1957 (Dani Gouveia) / 99761.6984 (Gabi Apolonio).

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Mundo ao Redor faz temporada, este mês, No Barreto Júnior

Solo Mundo ao Redor de Adriana Carneiro. Foto de Thalita Rodriguês 

O solo da coreógrafa Adriana Carneiro conta com a participação do trompetista Kevin Jock.

Depois de temporada nacional e regional o espetáculo de dança Mundo ao Redor, de Adriana Carneiro, volta ao Recife. O espetáculo, que acontece por intermédio do Edital Funcultura Geral, ficará em cartaz no Teatro Barreto Júnior, durante todas as sextas-feiras de setembro, a partir das 20h. Os ingressos custam R$10, com direito a meia entrada e estarão disponíveis na bilheteria do teatro a partir das 19h, nos dias de espetáculo. A produção executiva é de Nádja Lins.

A obra Mundo ao Redor foi concebida a partir de fusão de linguagens que envolvem fluxos de movimentos, palavras, projeção e interação de imagens em tempo real e conta com a participação do músico trompetista Kevin Jock em cena. O Teatro Barreto Júnior fica na Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, bairro do Pina. 

A temporada oferecerá um dia do espetáculo com áudiodescrição, para pessoas com deficiência visual, que acontece no dia 29. Em seis anos, Mundo ao Redor já fez temporadas nacional, através do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna e regional com o incentivo do Funcultura Independente, passando por lugares como Surubim, Arcoverde, Goiana e Garanhuns.

Serviço:
O quê: Espetáculo de dança Mundo ao redor
Quando: 22 e 29 de setembro, a partir das 20h
Onde: Teatro Barreto Júnior (Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, bairro do Pina, Recife)
Entrada: R$10 / meia entrada: R$5 (ingressos disponíveis a partir das 19h nos dias de espetáculo)
Categoria: Livre
Contato: (81) 3355.6398 / 3699

Museus do Recife participam da 11ª Primavera dos Museus

 Desenhos de Arruda da Câmara, com arte de Lúcia Matos

Diferentes equipamentos da Prefeitura do Recife prepararam uma programação especial para celebrar a 11ª Primavera dos Museus. O evento acontece entre os dias 18 e 24 de setembro

Para celebrar a arte e seu constante florescer, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife, mais uma vez se engaja na Primavera dos Museus, ação promovida, em todo o país, pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Entre os próximos dias 18 e 24, equipamentos culturais da cidade irão oferecer uma programação especial.

Com o tema Museus e Suas Memórias, o evento, promovido anualmente pelo Ibram, sempre no mês de setembro, tem o intuito de aproximar o público das instituições, fomentando atividades culturais e de lazer. A ação chega este ano à sua 11ª edição, com 900 museus participantes e mais de 2,5 mil atividades culturais sendo oferecidas, como exposições, visitas mediadas, palestras, oficinas e exibição de filmes, em 417 cidades de 25 estados mais Distrito Federal.

O objetivo do projeto é a valorização da memória institucional como elo essencial na memória construída e compartilhada a partir de diferentes perspectivas sociais, que têm no museu um importante ponto de conexão. A programação completa pode ser acessada no site http://guiadaprogramacao.museus.gov.br/.

Confira a programação:

Poeta paranaense Luci Collin é a convidada da 1ª edição do “Palavração”


O público terá mais uma oportunidade de discutir poesia como ela é e desta vez com a escritora paranaense Luci Collin que é a próxima convidada do pernambucano Fernando Monteiro no “Palavração”, a ser realizado na Biblioteca do Estado, nesta terça (19), a partir das 15h30, em encontro aberto ao público. O projeto, que é integrado à XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, traz uma nova discussão do premiado escritor que é homenageado do grande evento literário com a autora de “A Palavra Algo” (Iluminuras, 2016), sua mais recente publicação que tem chamado a atenção da crítica por ser um livro ágil, variado e humorado.  “Com Luci Collin, o projeto vai apresentar uma poeta de obra consolidada, mas cuja inquietação permanece viva em torno não só do lugar da Poesia nos dias de hoje. Luci enfrenta os temas mais universais que correspondem à sua geração (assim como as anteriores), enquanto vemos os poetas do agora às vezes muito autocentrados etc”, destaca o escritor Fernando Monteiro, Monteiro (premiado pela Funarte em 1987 com livro “Brennand”), que comanda este encontro que ainda leva a curadoria do jornalista Schneider Carpeggiani.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Forró na Caixa na Casa Astral neste sábado

Foto: Divulgação
Próximo dia 02 de Setembro (Sábado) acontece mais uma edição do Baile de Forró de Rabeca que o grupo Forró na Caixa realiza todo mês na Casa Astral.

Banda-  Composto por cinco artistas da música, da dança e da poesia, o Forró na Caixa tem na rabeca, voz principal e pedais de efeitos, Thiago Martins. No Baixo, Rogê Victor, (sub de Rodrigo Samico). Nas percussões, Ju Valença, Rodrigo Felix e Frank Sósthenes que além cantar e tocar - zabumba, triangulo, pandeiro, mineiro e agogô - dança passos e coreografias do Cavalo Marinho em conjunto com o público, durante o espetáculo. 

No repertório, músicas autorais, instrumentais, domínio público, tradição oral e releituras de clássicos da MPB no balanço da rabeca. A Apresentação tem duas horas de duração com intervalo de 30min e é de livre indicação. 

LOCAL - A Casa é espaço cultural voltado para arte e celebração com clima de quintal.  O cardápio da cozinha é bem eclético, sempre com opções vegetarianas e uma mesa com frutas da estação é oferecida aos visitantes.

*Da Assessoria de Comunicação

Serviço:
Forró na Caixa na Casa Astral - Edição de Setembro
02 de Setembro de 2017

17h - Abertura da casa com música no jardim e bar
18h30 às 22h - Apresentação Musical com Forró na Caixa
Contribuição $20 ( $10 antecipados)
Rua Joaquim Xavier de Andrade, 104 - Poço da Panela